Saltar para menu de navegação principal Saltar para conteúdo principal Saltar para rodapé do site

Encontro Internacional sobre “A Cidade, o Corpo e o Som” – CAMINHADAS > TRAVESSIAS < PERFORMANCES

O Encontro Internacional sobre “A Cidade, o Corpo e o Som” – CAMINHADAS > TRAVESSIAS < PERFORMANCES – é o culminar de dois anos de investigação consistente e consolidada no âmbito do projecto TEPe (Technologically Expanded Performance), com apoio da Fundação para a Ciência e Tecnologia (PTDC/ART-PER/31263/2017). Ao longo destes dois anos, desenvolvemos atividades com a comunidade com o intuito de promover um diálogo intercultural e transdisciplinar, e proporcionar o encontro com vivências urbanas variadas, nomeadamente em Lisboa e em Fortaleza. Através das diferentes propostas de percursos pela cidade, mapeámos acontecimentos, hoje invisíveis, mas ainda assim presentes: desde “memórias soterradas” a “caminhadas sensoriais”, passando por registos íntimos de confinamento.

Temas do Encontro:

– Escutar a Cidade
Todas as cidades têm sons e cada cidade comporta diversos perfis sonoros. Quais os níveis de harmonia e os níveis de ruído, e quais os critérios de distinção entre uns e outros? Onde fica o silêncio nas cidades?

– Mapas urbanos
Das caminhadas lúdicas às manifestações e “passeatas” de protesto, passando pelos cortejos celebratórios e pelas deambulações exploratórias. Sistemas de (re)mapeamento e de reconhecimento de espaços. A caminhada nas imediações de “estar perdido”.

– Corpo e rede urbana
Histórias e processos de inscrição das redes urbanas nos corpos dos seus habitantes e vice-versa. Da Metropolis de Fritz Lang ao “falanstério” de Fourier, passando pelas performances em espaços públicos.

– As camadas sensíveis da cidade
Das micro-histórias das pessoas às experiências sensoriais escondidas (os cheiros da cidade, os paladares disponíveis, as texturas, as cores, a luz e os brilhos, etc.).

– Performar cidade
Das construções de maquetas às intervenções de arte urbana. Dançar (n)a cidade. Protagonistas e antagonistas citadinos. Equipamentos públicos de treino e de exercício físico.

– Cidadania e alterações climáticas
Da história da cidadania aos desafios contemporâneos. Em que medida é urgente rever o contrato social de modo a introduzir uma cidadania não circunscrita aos direitos dos humanos, capaz de conciliar as cidades com o planeta?

Submissões
As propostas submetidas devem contribuir para aprofundar o entendimento da cidade como um tecido multidimensional que nos afeta e se deixa afetar. Assim, serão valorizadas as apresentações que explicitem propósitos de mudança positiva de experiência na cidade, especificando a que nível opera essa mudança e o que envolve.

Deadline: até 20 de Outubro de 2021

Mais informações e inscrições: https://tepe.estudiosdedanca.pt/encontro-internacional.